Ícone de Telefone

* (55) 11 3254.7654

* (55) 11 4063.3901

    Perguntas Frequentes

    Qual a diferença em transportar meu animal como excesso de bagagem ou desacompanhado como carga?

    Para o excesso de bagagem deverá ter um passageiro no mesmo voo sendo que o animal poderá viajar na cabine ou no compartimento de carga. Nem todas as companhias aéreas aceitam animais como excesso de bagagem. Quando prestam esse serviço ainda existem limitações de peso e dimensões da caixa de transporte, espécie e raça do animal.

    Na modalidade carga não há necessidade de haver um passageiro no mesmo voo do animal. O animal vai no compartimento de carga e esse processo envolve questões alfandegárias, sendo necessário um despachante aduaneiro especializado em carga viva.

     

     

    Como é o compartimento de carga?

    O compartimento de carga possui ventilação, iluminação, temperatura e pressão controlados, além de estrutura contra ruídos. As caixas de transporte são fixadas por cintas no assoalho da aeronave para que elas não se desloquem durante o voo.

     

    Caixas de transporte (Kennel)

    O container/caixa/kennel deverá atender ao padrão IATA (International Air Transport Association). O tamanho e material do Kennel dependem da espécie, raça, porte do animal e se ele vai viajar na cabine ou compartimento de carga.

     

    O container deverá atender aos seguintes requisitos:

    • Altura: o animal sentado, deverá ter espaço de aproximadamente 10 cm entre a cabeça e o teto;
    • Largura: o animal deverá dar um giro de 360º com folga;
    • Comprimento: a caixa deve ter o espaço suficiente para que o animal permaneça deitado com folga;
    • Ventilação: obrigatórios furos ou janelas nas laterais e no fundo da caixa;
    • Porta: deverá ser de metal com trinco para lacre;
    • Comedouro/Bebedouro: fixados na porta;
    • Tapetes absorvíveis: garante a higiene e o bem-estar do animal;
    • Rodas: proibido caixas com rodinhas.

     

    OBS: Alguns modelos fabricados no Brasil não atendem ao padrão IATA e são recusados constantemente pelas companhias aéreas. Mais detalhes, entre em contato.

     

     

    Meu animal precisa ser sedado?

    A maioria dos animais não é sedado, pois podem perder os sentidos, desequilibrar e machucar durante o transporte.

    Em casos de animais de raças e comportamento considerados agressivos as companhias aéreas poderão exigir a sedação para evitar acidentes com os profissionais envolvidos no embarque/desembarque.

     

    Durante o voo o meu animal vai ser alimentado e hidratado?

    Na caixa em que ele é transportado são exigidos o comedouro e o bebedouro que serão instalados e abastecidos pela Carga Viva Export no aeroporto de origem. Durante o voo não haverá reabastecimento, somente na escala e aeroporto de destino.